CRESCE INTERESSE FEMININO POR OCUPAÇÕES INDUSTRIAIS

Publicado em 09/03/2018 15:04h

Senai Novidades

CRESCE INTERESSE FEMININO POR OCUPAÇÕES INDUSTRIAIS

De acordo com dados do Ministério do Trabalho, em 20 anos, houve um aumento de 19,4% no número de trabalhadoras no setor produtivo. Em paralelo, o levantamento indica que as mulheres também estão buscando qualificação e espaço em áreas de predominância masculina, como Tecnologia da Informação, Mecânica e Construção Civil.

No ano de 2017, o Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI) ofertou 84 diferentes cursos técnicos em todo o Brasil. Segurança no Trabalho, Logística e Administração lideraram o ranking da procura feminina, respondendo por 31,7% do total de matrículas das alunas. Mas entre os dez cursos mais buscados pelas mulheres também estavam Edificações, Informática, Eletrotécnica, Mecânica e Eletromecânica. 

Apesar da procura, ainda há amplo espaço para o crescimento da presença feminina. Nas salas de aula de Edificações e Informática, três em cada dez estudantes eram mulheres. Nos cursos de Eletrotécnica, Mecânica e Eletromecânica, as mulheres responderam por apenas 10% das turmas.   

Um levantamento feito pelo SENAI Pará mostra que o somatório de mulheres matriculadas em cursos nas áreas automotiva, metalomecânica, eletricidade e construção civil, que sempre teve maior participação de homem, subiu de 24% para 33% no período de 2011 e 2017, havendo crescimento em todos os anos. A área de metalomecânica, por exemplo, avançou de 445 matrículas em 2011 para 1.324 no ano passado.

Camila Almeida já faz parte desta estatística. Ela é uma das poucas mulheres da turma de Eletricista de Manutenção do SENAI e se diz animada com o futuro na profissão que escolheu. “Esta é uma área que me identifico muito e que acredito que é o caminho mais curto para eu conseguir um lugar no mercado de trabalho. Apesar de ser uma profissão de maioria masculina, vejo as mulheres se interessando mais a cada dia e acho que que vamos nos dar muito bem”, diz a jovem de 19 anos.

Segundo o diretor regional do SENAI Pará, Dário Lemos, a organização incentiva a inserção cada vez maior das mulheres na educação profissional e no mercado de trabalho. “Em várias de nossas unidades as alunas já são maioria. E é isso que nós queremos, que elas se descubram nas profissões industriais. Há lugar para todas e em todas as áreas que elas quiserem”, diz.

 

Confira os 10 cursos técnicos do SENAI no Brasil com maior crescimento de participação feminina em 2017:

  1. Desenvolvimento de Sistemas

  2. Manutenção de Máquinas Pesadas

  3. Manutenção de Aeronaves e Aviônicos

  4. Móveis

  5. Design de Interiores

  6. Pré-Impressão Gráfica

  7. Metalurgia

  8. Qualidade

  9. Informática para Internet

  10. Desenho de Construção Civil

 

SENAI - Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial
X