Notícias

Diálogos Hidroviáveis discute a importância das hidrovias para o Arco Norte do Brasil

Diálogos Hidroviáveis discute a importância das hidrovias para o Arco Norte do Brasil

Diálogos Hidroviáveis discute a importância das hidrovias para o Arco Norte do Brasil

Nesta quarta-feira, dia 27, a Federação das Indústrias do Estado do Pará (FIEPA) recebeu o evento “Diálogos Hidroviáveis – Programa de Integração Permanente de Iniciativas para o Desenvolvimento Sustentável das Hidrovias Brasileiras”, uma iniciativa do DNIT que promove uma série de debates em diversas capitais do País, em torno do desenvolvimento sustentável das hidrovias brasileiras. Em Belém, o tema das discussões foi "A importância das hidrovias para o Arco Norte do Brasil".

Entre outros assuntos foram levantadas questões referentes às ações do governo federal para o derrocamento do Pedral do Lourenço e as eclusas de Tucuruí; os corredores logísticos do Pará e os acessos aos complexos portuários de Vila do Conde, Miritituba e Santarenzinho. Durante os debates também se tratou do monitoramento como prevenção da insegurança nos rios amazônicos e seus impactos na navegação interior e o modelo de privatização para hidrovias no Brasil.

Para o vice-presidente da FIEPA e presidente do Centro das Indústrias do Pará (CIP), José Maria Mendonça, debates relacionados à logística na região são estratégicos e imperativos para viabilizar a competitividade das indústrias e o desenvolvimento econômico da Amazônia. “Como representantes do setor produtivo precisamos estar alertas para discussões que proponham soluções para este problema que é considerado um dos maiores gargalos que emperram o desenvolvimento do nosso Estado. Defendemos a viabilização das hidrovias por se tratar de um modal mais barato e mais democrático e que em pouco tempo impactará positiva e decisivamente na competitividade das nossas indústrias”, afirma Mendonça.

Segundo o secretário executivo da Frente Parlamentar Mista de Logística e Infraestrutura, o deputado Edinho Bez, que participou dos debates em Belém, “a região Amazônica é muito importante para o crescimento do País, principalmente no que tange ao modal de hidrovias que um dos mais importantes no cenário nacional, mas que passa por muitos problemas e como Frente Parlamentar no Congresso Nacional queremos trabalhar na integração desses modais. Se temos uma região que tem uma característica forte de hidrovias, então vamos planejar, trabalhar e priorizar o desenvolvimento dessas hidrovias”, afirma o deputado.

Compartilhar:
LOCALIZAÇÃO
Tv. Quintino Bocaiúva, 1588 - Nazaré -
66035-190 - Belém/PA
CONTATOS
(91) 4009-4770
contato@senaipa.org.br
SIGA O SENAI